(29/05 ~21/06) Exposição O ESPANTALHO QUE NÃO MENTE

(29/05 ~21/06) Exposição O ESPANTALHO QUE NÃO MENTE

 

 

 

Exposição: O ESPANTALHO QUE NÃO MENTE – Gravuras e Esculturas do Coletivo Olho Latino.
Curadoria: Paulo Cheida Sans.
Expositores: Alex Roch, Bruno NITZ, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Lari Leite, Maricel Fermoselli, Paulo Cheida Sans, Suely Arnaldo e Tiago Rego.
Visitação: de 29 de maio a 21 de junho de 2018.
de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h.
Encontro com os artistas: 7 de junho, quinta-feira, às 16h.

Local: Galeria do Espaço Cultural Casa do Lago.
Endereço: Av. Érico Veríssimo, 1011 – Unicamp – Campinas, SP.
Entrada Gratuita.

 

A exposição “O Espantalho que Não Mente” do Coletivo Olho Latino acontece de 29 de maio a 21 de junho na Galeria do Espaço Cultural Casa do Lago na Unicamp. No dia 7 de junho, às 16h, acontecerá o encontro com os expositores no local da mostra.

A temática veio a consolidar o projeto dos “Espantalhos” iniciado em 2016 e que foi sendo desenvolvido com a inserção de novas obras. Para a concepção da mostra atual, o Coletivo Olho Latino apresenta obras tridimensionais com esculturas feitas com materiais diversos, tendo a xilogravura como destaque em todas as criações.

A mostra é apresentada em caráter itinerante e em cada exposição é exibida com novas variações, caracterizando sempre em perfil expositivo inédito, reunindo a essência da produção realizada com o tema dos “Espantalhos” que alcançou êxito por onde é exposta. No exterior os “espantalhos” já foram vistos no “1º Festival de Videoarte Mata Negra de la Patagonia Austral” da Argentina e na “VII Bienal de Lo Inusitado” realizada no Centro Cultural Brasil Peru da Embaixada do Brasil em Lima.

Para o curador Paulo Cheida Sans a mostra é a concretização de um projeto de produção artística extensa, possibilitando ao visitante conhecer um modo peculiar de criação coletiva onde cada artista, mesmo tendo a sua marca pessoal, contribui para a formação de um visual único e característico da equipe, reforçando a presença do coletivo como um dos principais do país nesse gênero.

A mostra do Coletivo Olho Latino reúne cerca de 20 obras realizadas por artistas de várias cidades do interior do Estado de São Paulo. Todos os expositores possuem currículos com inúmeras participações e todos são professores da área de Artes. Participam: Alex Roch, Bruno NITZ, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Lari Leite, Maricel Fermoselli, Paulo Cheida Sans, Suely Arnaldo e Tiago Rego.

O manifesto do “Espantalho”, que alude aos problemas sociais da atualidade, pode ser visto no site www.olholatino.com.br.

Contatos:

O nome Olho Latino surgiu de uma coletânea sobre arte, organizada por Paulo Cheida Sans, reunindo textos de professores de diversos países da América Latina, no ano de 1990. Depois surgiu a revista Olho Latino, sendo publicada em algumas edições. Juntando as atividades de Paulo Cheida como artista, curador e professor, nasceram projetos culturais em nome da Revista Olho Latino. Com o passar do tempo, as trocas de gravuras de Celina Carvalho e de Paulo Cheida por outras obras somaram-se a doações recebidas e outras adquiridas, formando assim uma coleção especializada na arte da gravura, composta por obras de importantes artistas representantes de vários países.

Da revista nasceu o Museu de Arte Contemporânea Olho Latino que passou a existir em março de 2001, idealizado pelo casal de artistas, Celina Carvalho e Paulo Cheida Sans, que doaram as gravuras colecionadas para a consolidação do acervo do Museu.

Atualmente, com uma coleção com mais de 1000 obras, o Museu Olho Latino encontra-se aberto ao público, ocupando o mezanino do Centro de Convenções “Victor Brecheret”, na Estância de Atibaia, SP, numa parceria com a Prefeitura desta cidade, iniciada em 2006.

O Museu tem como um dos principais objetivos divulgar e expandir a arte da gravura. Mostra o seu acervo de modo parcial em exposições itinerantes, como a “Xilo Internacional”, realizada pelo Conjunto Cultural da Caixa em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador. Realiza também as “Bienal Nacional de Gravura”, “Grabados & Gravuras – Bienal Latino-Americana de Gravura” e “Bienal do Esquisito”, entre outras mostras.

Mantém um Grupo de Arte, formado por professores artistas radicados no interior do Estado de São Paulo, que participam de mostras temáticas abordando inúmeras possibilidades técnicas e expressivas no contexto contemporâneo.

Contatos:

Paulo Cheida Sans
fone: 19 988403676
e-mail: paulocheida@gmail.com

Museu Olho Latino
Fone: (11) 4412-3287
e-mail: museu@olholatino.com.br
Museu Olho Latino / Coletivo Olho Latino: